Competência Comunicação Falada

A competência da Comunicação Falada cresce em importância.

A comunicação falada é a capacidade de apresentar idéias para uma pessoa, um grupo, uma platéia ou uma multidão de pessoas. Cada vez mais os profissionais  são demandados a melhorar sua comunicação. Vejam a seguir alguns conhecimentos que favorecem essa competência:

  • A arte de contar histórias.
  • Administração de conflitos.
  • Conhecimento sobre o tema a apresentar.
  • Percepção.
  • Processos de grupo.
  • Regras gramaticais da língua portuguesa.
  • Sistema operacional Power Point.
  • Técnicas de apresentação.

Habilidades que favorecem a expressão da competência:

  • Capacidade de adaptar-se a novas situações.
  • Capacidade de estimular a participação da platéia.
  • Capacidade de selecionar e priorizar temáticas.
  • Habilidade de persuasão.
  • Habilidade de transmitir idéias.
  • Capacidade de tornar uma apresentação descontraída
  • Raciocínio lógico.
  • Capacidade de percepção e observação.
  • Atitudes que favorecem a expressão da competência:
  • Autenticidade, dinamismo, disciplina, empatia, entusiasmo, ética, flexibilidade, humildade, objetividade, persistência, pró-atividade, resiliência, respeito, responsabilidade, segurança, sensibilidade e tolerância.

Como saber se o comunicador é competente? Basta observar os comportamentos de entrega:

  • Apresenta exemplos e histórias que enriquecem a apresentação.
  • Apresenta material de apoio com qualidade e criatividade.
  • Apresenta o tema fazendo correlação com a realidade externa.
  • Apresenta os tópicos com fluência, gradualidade e logicidade.
  • Demonstra atenção e respeito com os ouvintes.
  • Demonstra ter conhecimento do assunto.
  • Envolve a platéia na apresentação.
  • Escuta ativamente e posiciona-se de forma empática diante das inserções dos ouvintes.
  • Fala de forma atraente, clara, entusiasmada, objetiva e segura.
  • Percebe a dinâmica do público.
  • Planeja a apresentação definindo: objetivo, conteúdo, seqüência de tópicos, público alvo, expectativa e tempo.
  • Provoca reflexões que estimulam a compreensão.
  • Revê o planejamento da apresentação considerando a necessidade da platéia.
  • Se expressa com timbre, ritmo, velocidade e volumes adequados de forma a manter a atenção dos que assistem.
  • Usa linguagem e terminologia adequada.

Fonte: As competências das pessoas, Cláudio Queiroz.

         

 

Evaldo Bazeggio

Diretor Fundador e Diretor Técnico da Bazeggio Consultoria. Executivo com mais de trinta anos de experiência em gestão de equipes e organizações públicas e privadas. Certificado internacionalmente Master Coach ISOR® em Coaching, Mentoring e Holomentoring®. Consultor de estratégia, desenvolvimento organizacional e de pessoas, em organizações.

Deixe uma resposta

Fechar Menu