As universidades, A TV e a imprensa (escrita) vão acabar?

No meu post anterior perguntei se a publicidade vai acabar. Na verdade uma das questões que sempre me inquieta é a ruptura dos diversos modelos de negócio e seus impactos no ambiente.  Prosseguindo nessa jornada, coletei algumas dicas mais sobre modelos de negócio que estão em transformação: Televisão, Universidades e Jornais.

TV

Os observadores atentos percebem que a TeleVisão assim como a conhecemos está passando também por uma grande transformação. Grande parte dos aparelhos tela plana que encontramos nos walmartes do bairro já estão aptos a se conectar na internet. São os chamados aparelhos smart.

A TV digital trará a interatividade e certamente nunca mais veremos TV como antes. Alguns exemplos você pode encontrar aqui.

Universidades

Outro modelo em constante questionamento é a Universidade. Ha muito tempo Peter Druker já chamava atenção para o fato de que as universidades se consolidaram com o nascimento dos livros impressos e assim vivem até hoje. Alguns autores falam que levaremos muito menos tempo para desmontá-las. Sobre isso recomendo que leiam o texto “e a universidade já era?” de Silvio Meira. O certo é que devem existir meios mais baratos e rápidos de criar e disseminar conhecimento.  Vamos ser honestos: não estamos satisfeitos com a qualidade e a efetividade da maior parte dos modelos formais de ensino superior.

Jornalismo

Recentes notícas de que a Enciclopédia Britânica não será mais publicada em papel provocaram inúmeros artigos anunciando o fim do conteúdo impresso. Prosseguindo na jornada de coisas perto do fim, recomendo que leiam a excelente crônica do jornalista Clóvis Rossi. Acabou o papel, não o jornalismo.

Seja o primeiro a saber de todas as nossas novidades

Se você gostou deste conteúdo e quer receber mais informações sobre gestão de pessoas em seu email, cadastre-se abaixo



    Deixe uma resposta