Como ser assertivo no uso da emoção.

Ontem (23.04) recebi de um cliente a mensagem que está na imagem desse post, falando do sucesso que foi sua entrevista para um novo cargo. O que sabemos sobre a emoção é que sempre reforça o impacto que a comunicação pode produzir. Como as organizações são muito formais, nem sempre são receptivas a uma fala mais emocional.

O que tenho salientado com meus clientes é que a energia, a postura corporal, a ênfase na linguagem tem mais valor do que o próprio conteúdo da comunicação. Sabemos que 30% do impacto de uma mensagem é o conteúdo e o restante é a ênfase e o contexto.

Em processos seletivos, isso é ainda mais relevante pois sua carreira pode estar em jogo.

Com dicas também do professor Polito, ressalto aqui:

  • Seja enfático desde o início;
  • Tenha coerência entre a emoção, a energia e o clima criado no processo de comunicação;
  • Seja objetivo sem ser resumido demais;
  • Respeite o perfil do seu interlocutor: algumas pessoas são mais racionais, outras são mais emocionais.

Conheça mais: COMPETÊNCIA COMUNICAÇÃO FALADA.

Seja o primeiro a saber de todas as nossas novidades

Se você gostou deste conteúdo e quer receber mais informações sobre gestão de pessoas em seu email, cadastre-se abaixo



Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho