IMG 07521 80x80 - Vamos além da missão. Vamos definir um propósito.
O que esperamos dos profissionais do futuro?
18/05/2017
IMG 1271 1200x250 - Vamos além da missão. Vamos definir um propósito.

 

Vamos além da missão!  Vamos definir um propósito.

Aprendemos nos alfarrábios de planejamento estratégico que a Missão defini a razão de ser da organização. É verdade. A própria origem da palavra está por traz de um objetivo final: missão militar, vou cumprir minha missão aqui, etc.

Entretanto é preciso dar um passo além. No recente trabalho que fizemos com uma área estratégica de uma grande empresa, perguntamos: “O que tem de especial na sua organização que te faz levantar todos os dias e ir feliz e motivado para o trabalho? Certamente é mais do que o lucro, do que a remuneração. Organizações com propósito passa a considerar uma importante diferenciação para atender um novo momento do consumidor. Os clientes estão começando a perguntar sobre a ´proposta da organização em relação ao seu papel na sociedade. Certamente é mais do que o lucro ou o atendimento de necessidades específicas.

Assim, podemos encontrar um exemplo emblemático da PepsiCo, que sob a direção da indiana Indra Noovi, adotou o que ela chama de “performance com propósito”. A partir disso ela preocupa-se com a promoção da saúde (redução do açúcar), o desenvolvimento social e outras causas que a simples missão não trariam. Uma pesquisa realizada com 1.409 CEOs de 83 países citada pela revista HSM coloca claramente como os líderes se vêem numa encruzilhada. De um lado sabem que precisam aumentar os lucros, e, de outro, reconhecem que devem preparar as organizações para um futuro mais complexo, “no qual os stekeholdeers esperam que eles ampliem seus esforços para enfrentar problemas importantes da sociedade” aponta o relatório. (Revista HSM nr. 123, p. 44).

De um modo geral penso que o propósito deve servir para:

  • estabelecer uma orientação geral;
  • assegurar uma direção única;
  • servir de referência para a alocação de recursos;
  • servir de ponto focal para os colaboradores se identificarem com o propósito da organização;
  • atrair, motivar e reter talentos;
  • orientar a formulação de objetivos;
  • ajudar a aumentar a produtividade.

O propósito é um motivo para se orgulhar, para acreditar que o seu trabalho tem impacto em algum lugar. Ele é um norte e deve ser claro e compartilhado por todos, como um compromisso moral.

Vejam o que diz Graham Kenny :

O propósito deve enfatizar como a organização deve ver e se comportar

Greg Ellis, ex-diretor executivo e diretor-gerente do Grupo REA, disse que o propósito de sua empresa era “tornar o processo de propriedade simples, eficiente e livre de estresse para as pessoas que compram e vendem uma propriedade”. Isso leva o foco para um nível totalmente novo, não apenas enfatizando a importância de servir os clientes ou entender suas necessidades, mas também colocar os gerentes e funcionários nos sapatos dos clientes. Ele diz: “Isto é o que estamos fazendo para outra pessoa”. E é motivacional, porque ele se conecta com o coração e a cabeça. Na verdade, Ellis chamou-lhe o “batimento cardíaco filosófico” da empresa.

 Para outros exemplos de propósito, olhe para a empresa de serviços financeiros ING (“Empoderando as pessoas para permanecer um passo à frente na vida e nos negócios”), a empresa de alimentos Kellogg (“Nutricionando famílias para que elas possam prosperar e prosperar”) e a companhia de seguros IAG (“Para ajudar as pessoas a gerenciar riscos e se recuperar das dificuldades de perda inesperada”). Fonte: https://hbr.org/2014/09/your-companys-purpose-is-not-its-vision-mission-or-values

Uma pesquisa realizada por Julian Birkinshaw, demonstra que o propósito, crucial para o engajamento dos funcionários é compatível com o lucro se forem seguidos seis princípios, que em resumo reforçam uma premissa importante: O que motiva os empregados a alcançar os objetivos sociais também faz sentido para eles do ponto de vista econômico. No final das contas os objetivos das organizações, incluindo os financeiros, ´podem ser mais facilmente alcançados se houve um propósito compartilhado por todos.

Nessa direção, no período de 27.11 a 01.12 ao realizar o planejamento estratégico já citado no início desse texto, mais de 300 participantes contribuíram com uma visão bem clara do propósito que os motivava. Todas as contribuições foram discutidas e ao final chegou-se a uma frase sensacional: “Gerar valor e tornar incrível a experiência dos colaboradores e clientes.” Não é INCRÍVEL!

 

Evaldo Bazeggio
Evaldo Bazeggio
Diretor Fundador e Diretor Técnico da Bazeggio Consultoria. Executivo com mais de trinta anos de experiência em gestão de equipes e organizações públicas e privadas. Certificado internacionalmente Master Coach ISOR® em Coaching, Mentoring e Holomentoring®. Consultor de estratégia, desenvolvimento organizacional e de pessoas, em organizações.

Deixe uma resposta